Felicidade e Emoções Positivas

A felicidade, em geral, envolve a experiência de emoções positivas.

Barbara Fredrickson, professora da University of North Carolina, é uma especialista no estudo das emoções positivas. Ela desenvolveu uma teoria sobre o efeito benéfico das emoções positivas, conhecido ‘broaden-and-build theory’.

Para ela as emoções positivas são uma expressão da saúde e sanidade, permitem um florescimento ou expansão (broaden) cognitivo e comportamental e também propiciam a construção (Build) de recursos psicológicos e emocionais.

.

Emoções negativas, como medo, raiva e desgosto, levam a comportamentos focados em evitar ou enfrentar a ameaça.

Emoções positivas, por outro lado, aumentam a flexibilidade e a amplitude da cognição e do comportamento.

Dentro das emoções positivas estariam, contentamento, alegria, satisfação, desfrute, gratidão e amor.

.

Em sua Teoria ela fala que a proporção ideal entre as emoções positivas e negativas é de 3 para 1, respectivamente.

O “número mágico” da felicidade seria 75% de emoções positivas e 25% de emoções negativas.

.

Os estudos realizados em várias universidades mostram que as conseqüências das emoções positivas e da felicidade são amplas:

· Sucesso na Escola e no trabalho

· Melhores Relacionamentos Sociais

· Melhor Saúde Física

· Melhor Saúde Mental

· Vida mais Longa

 

.


 

Referências:

Fredrickson, B.L. 2001, ‘The role of positive emotions in positive psychology: The broaden-and-build theory of positive emotions’, American Psychologist, vol. 56, no. 3, pp. 218-226.

Fredrickson, B. L. & Losada, M. F. 2005, ‘Positive affect and the complex dynamics of human flourishing, American Psychologist, vol. 60, no. 7, pp. 678-686.

 

.


Vídeo com a Drª Barbara Fredrickson: